segunda-feira, junho 21, 2010

Manifesto Anti Vuvuzela e por extenso por Wanduska, cidadã bastante irritada.



Basta pum basta!!!

Uma geração que consente deixar-se ensurdecer por uma vuvuzela é uma geração que nunca o foi. É um coio de barulhentos, de vizinhos incómodos e de surdos! É uma resma de tolos e de vendidos, e só pode parir abaixo de zero!

Abaixo a geração!

Morra a vuvuzela, morra! Pim!

Uma geração com uma vuvuzela a cavalo é um burro impotente!

Uma geração com uma vuvuzela ao leme é uma canoa em seco!

A vuvuzela é uma inútil!

A vuvuzela é meia inútil!

A vuvuzela é pirosa! A vuvuzela cai mal em qualquer ocasião!
A vuvuzela é vuvuzela! Morra a vuvuzela, morra! Pim!

A vuvuzel irrita tanto em Lisboa, como em Lamego, como Tóquio, como no Casaquistão!

E a vuvuzela teve claque! E a vuvuzela teve palmas! E a indústria de vuvuzelas agradeceu!

A vuvuzela é uma pedra no sapato!

Não é preciso ir pró Rossio pra se ser pantomineiro, basta tocar a vuvuzela!

Não é preciso esforçar-se para desagradar, basta tocar a vuvuzela Basta não ter escrúpulos nem morais, nem artísticos, nem humanos! Basta andar com as modas, com as políticas e com as opiniões!

Morra a vuvuzela, morra! Pim!

A vuvuzela em génio nem chega a pólvora seca e em talento é pim-pam-pum.

A vuvuzela é horrorosa!

A vuvuzela cheira mal!

Morra a vuvuzela, morra! Pim!

A vuvuzela é o escárnio da consciência!

Se a vuvuzela é cool eu quero ser anti-cool!

A vuvuzela é a vergonha da intelectualidade portuguesa!

A vuvuzela é a meta da decadência mental!

E ainda há quem não core quando diz gostar da vuvuzela!

A vuvuzela é um pesadelo, uma prova de mau gosto!

Quando tocam vuvuzelas eu quero tampões para os ouvidos! E filtros de som para os jogos na televisão, e partir o pescoço do vizinho de baixo, atirar pedras aos carros em movimento em que algum cretino sopra aquela imbecilidade pela estrada fora!

E ainda há quem lhe estenda a mão!

E quem a toque!

E quem ache que "até-é-giro"!

E quem gaste os pulmões a tocá-la!

E ainda há quem duvide que a vuvuzela não vale nada, e que não serve para mais que fazer um barulho de dar cabo dos nervos!

E fique sabendo a vuvuzela que se todos fossem como eu, haveria tais munições de manguitos que levariam dois séculos a gastar.

Mas julgais que nisto se resume poluição sonora? Não Mil vezes não!

Indiferente às criticas, o seleccionador da África do Sul, Carlos Alberto Parreira, já pediu aos adeptos que "soprem as vuzuzelas o mais alto possível" e Danny Jordaan, presidente do comité organizador da prova, garantiu que este será "o Mundial mais ruidoso de sempre".

Morra a vuvuzela, morra! Pim! Morra a vuvuzela, morra! Pim!



P.S. - Obviamente inspirado no Manifesto Anti-Dantas do Almada Negreiros. Se estivesse vivo de certeza que detestava vuvuzelas.


Viva o solstício de Verão que este ano é as 11 horas e 28 minutos da manhã.

E para comemorar com tod@s vocês decidi escolher um grande clássico.






Post scrit - Reparem na sensualidade arrebatante dos dançarinos. Um homem a dançar assim no Lux levava-me ao altar. Miauuu.

sexta-feira, junho 18, 2010

Não podia deixar de fazer esta nota.


1922 - 2010

quinta-feira, junho 17, 2010

Muito bom.

Não consigo parar de ouvir esta música, socorro!


Concrete jungle.....

terça-feira, junho 08, 2010

Pânico doméstico III.

Só tu sabes como conseguiste gratinar a tampa do microondas.