sábado, janeiro 17, 2009

Hoje não tenho nada para escrever no blog.

sexta-feira, janeiro 16, 2009

Noites longas de ácido acetilsalicilico

Quem disse que não se pode falar de gripe de forma (quase) poética?

quarta-feira, janeiro 14, 2009

Sugestão do dia: dupla delícia inter-religiosa


Sadam e Nelita


Ratzpapa e Bin Laden

D. José policarpo manifestou-se receoso em relação a casamentos com (os muy peligrosos) muçulmanos, provando-nos que a igreja católica está no auge da sua capacidade de dizer baboseiras publicamente.


Assim, decidi deixar a minha sugestão de casamento. Espero que estas uniões lhe agradem senhor Policarpo.



terça-feira, janeiro 13, 2009

We love you Betinho Jójó


Não podia deixar de escrever sobre a entrevista ao Alberto João Jardim que passou ontem na Sic.
Ficámos mais uma vez a saber que o nosso querido Jójó é vitima de um Apartheid movido pelo continente e que o PSD não o quer para concorrer às eleições. Isto porquê? Porque o nosso querido Jójó é um verdadeiro revolucionário, promotor da democracia e queria "unir" o partido, já que discorda da ideia de que várias ideias diferentes são enriquecedoras. Como sabemos , a sua noção de unir um partido é uma espécie de silenciamento como faz na Madeira, ou se quiserem uma versão social democrata da pérola comunista intitulada Comité Central. Mas ele é que sabe, ideias diferentes são perigosas... muy perigosas.
Ficámos também a saber que a Madeira é no estrangeiro, visto Jójó ter afirmado que não queria ser um emigrante em Lisboa, e que o nosso "menino de ouro" Cristiano Ronaldo é verdadeiramente um filho da Madeira. Passo a citar, "foi o produto de uma política desportiva e de um ambiente familiar que o ajudou". É claro que o facto de o nosso querido Cristiano (que aproveitou mais esta distinção para nos provar ter ainda menos habilidades linguísticas que uma foca) ter abandonado a Madeira com 11 anos para ir jogar para o Sporting são meros pormenores. Afinal, se não tivesse nascido na República das Bananas, nunca teria beneficiado das milagreiras políticas desportivas do tio Jójó e nunca seria o melhor do mundo. Eles merecem-se, e fica tudo em família.

segunda-feira, janeiro 12, 2009

Não me devias dar ideias.


Partindo de uma bela reflexão da minha amiga açoriana, aqui fica a pergunta:

Poderá um beijo arruinar uma vida?

Experimentem beijar um destes aqui em cima.

quinta-feira, janeiro 08, 2009

... e atravessar-te, então, com um amor diferente como bagagem na algibeira.


... e repetes-me tu: "tanta treva, quase nada".

quarta-feira, janeiro 07, 2009

Estou com o Pat Condell: afinal sou pró-americana!



Se Cristo fosse presidente como o mundo seria diferente! Mas é claro que isto é um sonho irrealista, porque Cristo não tem a mínima hipótese de ser eleito presidente! Quantos cristãos de direita vão votar num judeu liberal originário do Médio-Oriente que parece um goddamm hippie. A Fox crucificava-o, se ainda não tivesse sido preso como terrorista…

(os meus agradecimentos à bloguese do Quero um planeta só para mim)

Apelo à concentração dia 8: Fim ao massacre de Gaza!


Desde o príncipio do ano que o povo de Gaza vive sob intenso ataque militar por parte de Israel.

Nos primeiros dez minutos da ofensiva morreram mais de 200 pessoas e ficaram feridas ou estropiadas mais de 600. Ouvimos, em entrevista, o ministro israelita, a dizer que isto é uma resposta “proporcional” aos morteiros artesanais palestinianos, que em 7 anos mataram
20 israelitas. Até à data, o bombardeamento israelita já resultou em outras tantas centenas de mortos e milhares de feridos, vitimizando uma população que não tem para onde fugir nem como se defender, já que a Faixa de Gaza tem vivido sob um bloqueio que priva os seus habitantes de água potável, de energia, de alimentos, de medicamentos, e que não faz senão defender-se de um Estado prepotente que tem invadido, ocupado e roubado terras legitimas do povo palestiniano.

8 de Janeiro a partir das 18h
em frente do check-point que a embaixada israelita instalou na colonizada Rua António Enes, nº 16, a S. Sebastião

Não cruzes os braços, aparece e traz mais gente!

Liberdade para a Palestina, já!


terça-feira, janeiro 06, 2009

Saldos, saldos...


Era € 9.98... custou € 2.99


Era € 12.00... custou € 3.99



Era € 14.04... custou € 1.99


Era € 17.85.... custou € 1.99



... os livros colam-se-me às mãos e depois não tenho como evitar comprá-los. Tudo isto por qualquer coisa como 10 euros. Não há como resistir.