sexta-feira, outubro 19, 2007

º sem título º

Tens na palma da mão uma dor irrepetível.
E é só.

Sem comentários: