segunda-feira, setembro 25, 2006

º Tristeza incondicional II º

Morrer devagar dói mais por isso.

Sem comentários: