quinta-feira, dezembro 22, 2005

º Deixar de fumar: o 42º dia - a fase ciêntifica º

Há dias em que é difícil não pensar em fumar. Por isso, hoje resolvi fazer uma terapia ciêntifica e procurar na internet informação sobre tabagismo. Eis os resultados:
- Um fumar frequente sofre de...
Mau hálito
Vestes e cabelos impregnados pelo odor do fumo
Dentes escuros
Dores de garganta
Tosse Infecções respiratórias freqüentes
Falta de ar
Mau desempenho nas actividades desportivas
Perda da independência - "ser controlado pelo cigarro"
Risco duplicado de doença cardíaca
Seis vezes maior o risco de enfisema pulmonar
Dez vezes maior o risco de cancro de pulmão
Esperança de vida encurtada de cinco a oito anos
Despesas aumentadas com cigarros
Respiração difícil
Envelhecimento precoce, com aparecimento de rugas
Infecções das vias aéreas superiores e inferiores
Dispnéia (falta de ar)
Úlceras do trato digestivo Angina (dor no peito)
Claudicação (dificuldade para caminhar por dor nas pernas)
Osteoporose (ossos mais frágeis e mais propensos a fraturas)
Esofagite
Impotência sexual
.... Surpreendid@? Eu fiquei. Bolas...

Sem comentários: