domingo, agosto 14, 2005

º Solidão III º

Cheguei a esta conclusão à momentos atrás depois de meio maço de cigarros e um chocolate:
Sinto-me fechada e a precisar de estar sozinha e ao mesmo tempo não páro de procurar um alivio para essa mesma solidão. Um cigarro, um vodka, um charro, um disparate trocado com um amigo, os bars de sempre.
Será possível não suportar que alguém entre na nossa vida ao mesmo tempo que a nossa solidão nos esfarrapa?

1 comentário:

Oscar disse...

Às vezes, a solidão é a melhor companhia. Põe-nos em confronto connosco, e sabemos bem o que isso significa. E aquele coração gelado, entristecido de que falaste, é a única coisa concreta que pode nos ligar ao mundo. Acho que um coração frio ainda é um coração. Sei lá, esse fariado de sol amolece as minhas ideias. Um beijo para ti, Oscar