domingo, agosto 14, 2005

º Cara a cara º

Foge, menina, e põe a cabeça na areia para não veres. Anda, cega-te com força, arranca os olhos se assim te aprouver. Faz de conta que não desejas e estilhaça-te num farrapo ainda maior. Cara a cara, nega o desejo ácido que te come o coração.

Sem comentários: