segunda-feira, maio 30, 2005

º Tristesse º

Image hosted by Photobucket.com
Hoje o meu cérebro insiste em funcionar compulsivamente.
Apetece-me fazé-lo parar, está a cuspir pequenas agulhas quentes como carvão incandescente ao acaso que ficam no chão para que as pise.
Sinto-me como uma criança pequena, assustada e perdida.
Hoje os sentimentos pesam-me como pedras.

Sem comentários: