segunda-feira, maio 23, 2005

º Playground Love º

Image hosted by Photobucket.com
I'm a high school lover, and you're my favourite flavour
Love is all, all my soul
You're my Playground Love
Yet my hands are shaking
I feel my body remains, time's no matter, I'm on fire
On the playground, love.
You're the piece of gold the flushes all my soul.
Extra time, on the ground. You're my Playground Love.
Anytime, anyway,
You're my Playground Love

Air (The Virgin Suicides Original Soundtrack)

1 comentário:

Pequenos Nadas disse...

O meu olhar é nítido como um girassol.
Tenho o costume de andar pelas estradas
Olhando para a direita e para a esquerda,
E de vez em quando olhando para trás...
E o que vejo a cada momento
É aquilo que nunca antes eu tinha visto,
E eu sei dar por isso muito bem...
Sei ter o pasmo essencial
Que tem uma criança se, ao nascer,
Reparasse que nascera deveras...
Sinto-me nascido a cada momento
Para a eterna novidade do Mundo...
Creio no mundo como num malmequer,
Porque o vejo. Mas não penso nele
Porque pensar é não compreender...

O Mundo não se fez para pensarmos nele
(Pensar é estar doente dos olhos)
Mas para olharmos para ele e estarmos de acordo...

Eu não tenho filosofia; tenho sentidos...
Se falo na Natureza não é porque saiba o que ela é,
Mas porque a amo, e amo-a por isso
Porque quem ama nunca sabe o que ama
Nem sabe por que ama, nem o que é amar...

Amar é a eterna inocência,
E a única inocência não pensar...

Alberto Caeiro